sexta-feira, 24 de Abril de 2009

Consumo de tabaco na adolescência

No seguimento do nosso trabalho, iremos abordar o tema “Consumo de tabaco na adolescência” terminando assim, a serie de 4 temas que decidimos abordar de forma mais ligeira para vos deixar alguma informação até à altura da entrega do trabalho final.
Na sociedade em que vivemos, cada vez mais os jovens são influenciados pelos seus “ídolos” e pelos seus amigos e tem muita vez a tendência de os imitar para se sentirem inseridos no meio em que vivem. É desta maneira que muitos jovens começam a fumar e depois é difícil conseguir largar o vício.
Provavelmente se és um jovem na dúvida de experimentar ou não certamente questionarás se valerá a pena experimentar nem que seja uma vez mas a verdade é que muitos decidem só experimentar e acabam por ficar viciados.

Porque se deve dizer não ao tabaco? Porque o fumo é responsável por:

-- 30% Das mortes por cancro;
-- 90% Das mortes por cancro de pulmão;
-- 97% Das mortes por cancro da laringe;
-- 25% Das mortes por doenças do coração;
-- 85% Das mortes por bronquite e enfisema;
-- 25% Das mortes por derrame cerebral;
-- 50% Dos casos de cancro de pele.

E muito mais…

Mas se esta informação não te chegou a tempo e já fazes parte da comunidade de jovens que fumam, então fica aqui registado os incentivos que largar o tabaco trazem para o consumidor:

-- Renova a aparência;
-- Melhora o hálito;
-- Trava o envelhecimento precoce;
-- Reduz os custos;
-- Reduz o risco de sofrer alguma das doenças acima referidas ou muitas outras.

Ficaste convencido em largar o tabaco imediatamente? Então deixo aqui umas dicas para facilitar esse processo:

-- Fixe um dia para deixar de fumar;
-- Anuncie a outros a sua decisão;
-- Elabore uma lista de motivos que o levaram a deixar de fumar e releia-os sempre que sentir a vontade de desistir (pode utilizar os acima referidos);
-- Aprenda a reagir à vontade ao ver tabaco;
-- Faça uma alimentação saudável;
-- Tente evitar aproximar-se de fumadores;
-- Pratique actividade física (Isto ajuda a combater a ansiedade e as mudanças de humor que os ex-fumadores sentem após largarem o tabaco);
-- Se não conseguir à primeira não desista pois não significa que não é capaz, apenas mostra que tem de se esforçar ainda mais da próxima vez.

Por isso, após estas consequências todas que o tabaco traz ao fumador, e o que ganham ao deixar o tabaco, porque é que ainda existem tantos fumadores e esse número está cada vez mais a aumentar tornando se um facto bastante preocupante.


quarta-feira, 25 de Março de 2009

Drogas na Adolescência

No seguimento do nosso trabalho iremos agora abordar um novo tema, intitulado:



"Drogas na Adolescência"






Os adolescentes de hoje estão mais sujeitos ao contacto com as drogas devido ao ambiente em que estão inseridos, companhias erradas. A isso, acrescente-se a frequente ausência dos pais que assim criam condições favoráveis para que os filhos adolescentes se sintam livres para aventuras deste tipo, sem pensar muito nas consequências que isso lhes trará para a vida. Nesta fase da vida, eles afirmam a sua personalidade: novas descobertas, novo corpo, explosões de emoção e temperamento contribuem para o surgimento de novos e difíceis problemas e procuram nas drogas uma saída para estes problemas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), "droga é toda a substância que, introduzida em um organismo vivo, pode modificar uma ou mais de suas funções". É compreendida também como o nome genérico de substâncias químicas, naturais ou sintéticas, que podem causar danos físicos e psicológicos a quem as consume. Seu uso constante pode levar à mudança de comportamento e à criação de uma dependência, um desejo compulsivo de usar a droga habitualmente, ao mesmo tempo que o consumidor passa a apresentar problemas orgânicos decorrentes de sua falta.

A lei diferencia as drogas lícitas (cigarro, álcool, medicamentos) das ilícitas (cocaína, crack, ecstasy, entre outras). Do ponto de vista médico, porém, esta diferença não existe. E sendo assim, vamo-nos apenas referir às drogas ilícitas pois são as mais perigosas, no entanto, o álcool e o tabaco são temas que também abordamos (ou abordaremos).

Os problemas para a saúde dos adolescentes decorrentes do uso/abuso de álcool e outras drogas (ilícitas) são inúmeros e de várias ordens. Podem-se listar desde os de ordem orgânica e funcional de sistemas do corpo até os de ajustamento social, provocados por modificações neuroquímicas que causam prejuízos no controle dos impulsos.
Os principais problemas do universo dos adolescentes estão associados à queda do desempenho escolar, dificuldades em aprender, prejuízo no desenvolvimento e estruturação das habilidades cognitivo-comportamentais e emocionais do jovem em questão. Estes vícios podem levar a problemas ainda mais graves que provocam a morte do consumidor seja através de acidentes rodoviários, overdose, etc.

Por isso, segue o lema “Resistir é Vencer” e não cedas às influências pois só assim podes fugir a estes problemas e às consequências que isto traz. Assim resiste, e tens uma vida saudável.

quarta-feira, 18 de Março de 2009

Álcoolismo na adolescência


No seguimento do nosso trabalho, como afirmá-mos anteriormente, iremos abordar 4 temas de uma forma mais ligeira até ao fim do ano. Já foi tratado anteriormente o assunto do "Sexo na adolescência" que pode ser visualizado aqui no blog e aqui vos deixamos com mais um, desta vez iremos falar do:


Álcoolismo na Adolescência

O problema do alcoolismo na adolescência é cada vez mais alarmante pois cada vez mais cedo os jovens começam a beber e mesmo sem moderação.
A bebida alcoólica pode ser considerada como a droga mais vendida no mundo, e o alcoolismo, que dela resulta, é um sério problema de saúde pública mundial.
Pesquisas recentes sobre os efeitos do álcool no cérebro dos adolescentes mostram que essa substância, consumida em quantidade não moderada, afecta as regiões do cérebro responsáveis por habilidades como memória, autocontrole e principalmente a motivação. Estes factores estão relacionados com a capacidade de aprender dos adolescentes por isso o álcool influencia negativamente o rendimento escolar. Conclui-se que o consumo de álcool em larga escala na adolescência pode levar o adolescente, na sua vida adulta, a ter dificuldades para, entre outras coisas, tomar decisões e definir o que é certo ou errado para si.
Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), consideram-se beber moderadamente os homens que consomem menos do que 21 unidades de álcool por semana e mulheres que consomem até 14 unidades de álcool por semana. Cada unidade de álcool equivale à 10g de álcool, por exemplo 350ml de cerveja com 4% de álcool equivale à 1,5 unidades de álcool. Resumindo, os homens podem consumir no máximo por volta de 2 latas de cerveja por dia (ao longo do dia) e mulheres 1 lata. Claro que tais valores são relativos aos adultos de modo a que não se deve beber álcool na adolescência pois o fígado não está tão bem preparado para limpar o sangue.

Efeitos Maléficos do álcool

Esta talvez a parte que mais interessa os jovens pois muitos já começaram a beber seja por influência dos amigos ou por decisão própria e então querem saber quais os riscos que tal modo de vida pode levar.
Foi comprovado que o consumo moderado de álcool está associado a um maior risco de doença de Alzheimer e outras doenças senis, angina no peito, fracturas e osteoporose, diabetes, úlcera duodenal, cálculo biliar, hepatite A, linfomas, pedras nos rins, síndrome metabólica, cancro no pâncreas, doença de Parkinson, artrite reumática e gastrite. O consumo moderado também pode dificultar a memória e o aprendizado, e até piora a pontuação em testes de QI.
Por isso se queres ter uma vida saudável não bebas, claro que se quiseres faz isso com moderação e não na tua adolescência.



terça-feira, 10 de Março de 2009

Distúrbios Alimentares

Com a colaboração da Nutricionista Ana Bettencourt do Centro de Saúde da Praia da Vitória o grupo realizou mais um palestra intitulada: "Distúrbios Alimentares".

Plateia

Nutricionista Ana Bettencourt

Laura Borges

Lisandra Meneses

Joana Pinheiro

Alguns elementos do grupo a medir o Índice de Massa Corporal a um elemento do público

sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009

Sexo na adolescência



No âmbito do nosso trabalho decidimos focar 4 temas de uma maneira mais ligeira devido a sobrecarga de temas que já possuimos. Iremos publicar estes temas aqui para vos mantermos informados de estes assuntos até à apresentação do trabalho final.




Hoje começamos com: "O Sexo na adolescência"




"A sexualidade humana nasce com o indivíduo e transforma-se ao longo de toda a sua evolução, contudo só desaparece com a morte."

Sexualidade na adolescência:
· Aparecimento do prazer erótico-genital, início da função reprodutiva e consciência da orientação afectivo-sexual.
· Intenso interesse e preocupação com as mudanças do corpo (pelos, acne, estatura, aspecto, etc.)
· Mudanças hormonais desencadeando o início da puberdade e da capacidade reprodutiva (menstruação, ejaculação e o interesse consciente pelo sexo) masturbação, virgindade, métodos contraceptivos.
· Aprendizagem das relações afectivas interpessoais (namorar, ficar, separar).
· Expectativas, fantasias e ansiedade sobre a iniciação da sua vida sexual.
· Consciência da orientação sexual (homo/ hetero/ bissexual).

sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

Estamos de volta!

Pedimos desculpa pelo longo periodo de espera por novas actualizações, no entanto não andamos parados, pois estamos a tratar de imensas coisas ao qual em breve iremos publicar aqui. Ficam as recentes actividades que temos vindo a dar mais atenção:
-Desde já podemos dizer que estamos a tratar de realizar na segunda semana de Março (data não confirmada) uma campanha de sensibilização sobre um dos nossos temas, os Distúrbios Alimentares.
-Encontramo-nos também preparando os inquéritos que iremos realizar aos alunos da nossa escola durante a próxima semana e esperamos ter os resultados prontos com pouca demora.
-Claro que além de tudo isto continuamos a tratar informações sobre os nossos diversos temas e iremos ter algumas informações dispostas para vocês aqui muito em breve por isso continuem a visitar-nos porque actualizações do blog ficarão para muito breve.
Voltamos a frisar que temos ao nosso dispor um e-mail, grupodeap12a@hotmail.com, que podem utilizar para qualquer questão, opiniao, e também para contarem algum caso da vida real que conheçam sobre algum dos temas referentes ao nosso trabalho.

Atenciosamente,
O grupo.

quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Dia Mundial da Sida

Dia 1 de Dezembro foi o Dia Mundial da Sida em que o grupo em parceria com a associação de estudantes realizou uma campanha de sensibilização sobre o assunto afixando cartazes pelo recinto escolar, distribuindo panfletos informativos aos alunos e ainda organizamos uma palestra no auditório da escola com a colaboração do centro de saude da zona.

Plateia

Plateia

Membros intervenientes na PalestraEnfermeiro Orlando

Laura Borges a afixar um dos Cartazes

"Só há uma maneira de saber"

"Dê trabalho ao preservativo"

"Não pise o risco use o preservativo"

" A sua vida tem um valor inestimável"

"Antes de pensar na cor faça o teste da SIDA"


Lisandra Aguiar e Laura Borges durante a campanha de Sensibilização