quarta-feira, 18 de Março de 2009

Álcoolismo na adolescência


No seguimento do nosso trabalho, como afirmá-mos anteriormente, iremos abordar 4 temas de uma forma mais ligeira até ao fim do ano. Já foi tratado anteriormente o assunto do "Sexo na adolescência" que pode ser visualizado aqui no blog e aqui vos deixamos com mais um, desta vez iremos falar do:


Álcoolismo na Adolescência

O problema do alcoolismo na adolescência é cada vez mais alarmante pois cada vez mais cedo os jovens começam a beber e mesmo sem moderação.
A bebida alcoólica pode ser considerada como a droga mais vendida no mundo, e o alcoolismo, que dela resulta, é um sério problema de saúde pública mundial.
Pesquisas recentes sobre os efeitos do álcool no cérebro dos adolescentes mostram que essa substância, consumida em quantidade não moderada, afecta as regiões do cérebro responsáveis por habilidades como memória, autocontrole e principalmente a motivação. Estes factores estão relacionados com a capacidade de aprender dos adolescentes por isso o álcool influencia negativamente o rendimento escolar. Conclui-se que o consumo de álcool em larga escala na adolescência pode levar o adolescente, na sua vida adulta, a ter dificuldades para, entre outras coisas, tomar decisões e definir o que é certo ou errado para si.
Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), consideram-se beber moderadamente os homens que consomem menos do que 21 unidades de álcool por semana e mulheres que consomem até 14 unidades de álcool por semana. Cada unidade de álcool equivale à 10g de álcool, por exemplo 350ml de cerveja com 4% de álcool equivale à 1,5 unidades de álcool. Resumindo, os homens podem consumir no máximo por volta de 2 latas de cerveja por dia (ao longo do dia) e mulheres 1 lata. Claro que tais valores são relativos aos adultos de modo a que não se deve beber álcool na adolescência pois o fígado não está tão bem preparado para limpar o sangue.

Efeitos Maléficos do álcool

Esta talvez a parte que mais interessa os jovens pois muitos já começaram a beber seja por influência dos amigos ou por decisão própria e então querem saber quais os riscos que tal modo de vida pode levar.
Foi comprovado que o consumo moderado de álcool está associado a um maior risco de doença de Alzheimer e outras doenças senis, angina no peito, fracturas e osteoporose, diabetes, úlcera duodenal, cálculo biliar, hepatite A, linfomas, pedras nos rins, síndrome metabólica, cancro no pâncreas, doença de Parkinson, artrite reumática e gastrite. O consumo moderado também pode dificultar a memória e o aprendizado, e até piora a pontuação em testes de QI.
Por isso se queres ter uma vida saudável não bebas, claro que se quiseres faz isso com moderação e não na tua adolescência.



7 comentários:

José disse...

O alcool, desde que nao ingerido em quantidades exageradas, até pode ser considerado benefico para a nossa saude (so para informar).
Como os medicos daqui dizem "2 copos de vinho por dia so fazem bem!"
O Alcool, como dizem aqui os membros do grupo, pode originar varios problemas, mas la esta, se for consumido de forma exagerada.
Ninguem passa a alcoolico so porqe bebe 1 cerveja por dia por exemplo!
Ou so porque bebe 1 copo de vinho!
De qualquer das formas, apreciei bastante a forma como tentaram cativar o leitor do blog, e a forma como tentaram que este tentasse compreender os varios maleficios do alcool.

Anónimo disse...

O alcool é du Karalhoooooo

Anónimo disse...

João Paulo Paes é gayy!!! viado!!






da o cú '-'

Anónimo disse...

Gostei das informações :)

Anónimo disse...

voces sao todos gays caralho

Anónimo disse...

voces sao todos gays caralho

tainara msrtins disse...

Ii vc e um louco, estamos falado de álcool. II vc vem com preconceito besta!!!